Varela Net

Varela Net

Política

Anselmo Brandão deseja representar categoria e "ter lugar de fala"

Brandão integra a PM há 38 anos e, após seis anos à frente da PM-BA, passou oficialmente o comando da tropa baiana ao coronel Paulo Coutinho

Anselmo Brandão deseja representar categoria e "ter lugar de fala"

Vídeo: Matheus Pereira/GOVBA | Por Brenner Menezes e Sanny Santana no dia 20 de outubro de 2021 às 11:30

Após anunciar a sua pré-candidatura a deputado federal no próximo pleito eleitoral, o coronel Anselmo Brandão disse, em conversa com o Varela Net, que tem o desejo de representar os policiais militares. Além disso, Brandão afirma ainda não ter um partido definido, mas diz ter "gratidão" à gestão em que foi comandante-geral da Polícia Militar na Bahia, e não escondeu o desejo de representar a categoria.

Brandão integra a PM há 38 anos e, após seis anos à frente da PM-BA, passou oficialmente o comando da tropa baiana ao coronel Paulo Coutinho, em janeiro deste ano. 

"Eu estou defendendo o sistema de defesa social que é a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiros, Judiciário, o policial penal, guardas municipais, vigilantes, OAB, Defensoria Pública. Estou defendendo todo o sistema”, disse Brandão.

Ele ainda afirmou que, por ser novo no meio político, prefere seguir com partidos “medianos”. Segundo Anselmo Brandão, com as siglas “grandes”, ele teria maior dificuldade em concretizar votos por conta da concorrência entre políticos “maiores”.

"Coerência, reconhecimento e gratidão. Não tenho partido, vou servir a um governo, fui o comandante-geral que mais ficou no cargo, então não tem como eu procurar um partido de outro grupo que não me acolheu. Minha pré-candidatura não está ligada a partido, nem à polarização nacional. Independente de quem seja o presidente da república, eu quero estar lá para representar a minha categoria e ter lugar de fala, pois os meus projetos são maiores que essas questões partidárias", finalizou Anselmo Brandão.

Leia mais sobre


Outras

Mais Lidas

Ver Mais
Anselmo Brandão deseja representar categoria e "ter lugar de fala" - Varela Net