Varela Net

Varela Net

Cidade

"Não é mais minha mãe", diz filha de mulher acusada de envenenar enteados

Essa é a primeira vez que a filha de Cíntia Mariano se pronuncia após a acusada ser presa

"Não é mais minha mãe", diz filha de mulher acusada de envenenar enteados

Foto: Reprodução/Redes Sociais | Por Redação no dia 06 de julho de 2022 às 09:22

Após ser acusada de ter matado os enteados envenenados, a filha de Cíntia Mariano Dias Cabral, de 49 anos, falou pela primeira vez sobre o a crueldade realizada pela mãe. Nesta quarta-feira (6), ela contou ao RJ2 que não visitou e nem pretende visitar a mãe na cadeia.

A jovem que não quis ser identificada, afirmou que inicialmente, não desconfiava da mãe. Ela ainda disse que sente muita raiva e aguardava o laudo para confirmar se a jovem que morreu, e teve o corpo exumado para a perícia, tinha sido envenenada.

"Pra mim, ela não é mais minha mãe. Eu vou seguir, é uma coisa que só o tempo vai ajeitando. Estou tentando voltar a minha rotina", disse ao RJ2.

Fernanda Cabral, estudante de 22 anos, morreu em março deste ano, mas a madrasta só foi presa no dia 20 de maio, após intoxicar propositalmente o irmão de Fernanda, Bruno Cabral, de 16 anos, que passou mal logo após comer um feijão preparado por Cíntia.

No momento, Bruno chegou a reclamar do feijão, que tinha um gosto amargo e pedrinhas azuis. Ao chegar em sua casa, o menino já estava se sentindo mal, reclamou e falou sobre o alimento.

Bruno foi levado para uma unidade hospitalar, e foi submetido a uma lavagem estomacal e um exame de sangue, que detectou níveis altos de chumbo em seu sangue.

Com a suspeita de que os filhos foram envenenados, Jane Carvalho Cabral, mãe dos jovens, registrou queixa na 33ª DP, em Realengo, que iniciou buscas na casa da madrasta.

Após a denúnica, os investigadores foram até a casa de Cíntia e recolheram o feijão para análise, mas antes do resultado do exame, a madastra tentou se matar. Segundo o G1, Cíntia foi levada para o hospital, se recuperou e foi levada para a 33ª DP para prestar depoimento, quando teve sua prisão decretada.

Cíntia Mariano permanece presa no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste.

Leia mais sobre


EnvenenadosMadrastaFilhaEnteadosCidade

Outras

Mais Lidas

Ver Mais
"Não é mais minha mãe", diz filha de mulher acusada de envenenar enteados - Varela Net